segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Jovens; A Primeira de Muitas

Os jovens são esportistas, os jovens gostam de fazer o que está na moda. Uma das modas (comportamentais) de hoje é a musculação. Então, se os jovens seguem a moda, logo eles fazem musculação. Musculação faz bem a saúde, pois se exercita o corpo. Desse modo, os jovens são a geração saúde? Não.

O cerne da questão dos jovens da atualidade é que, eles fazem musculação porque é moda, mas essa não é a única moda vigente. Outras modas são: fumar, usar drogas, beber bebidas alcoólicas excessivamente e aliar a musculação ao uso de drogas para o crescimento muscular (apenas na aparência) facilitado.

(Eis a grande verdade por detrás da aparência. Não poderia ser menos que isso, uma vez que eles demonstram ser dotados de uma incapacidade de discernir o que é útil de o que é inútil e só serve para manter a aparência ante as pessoas.)

Os jovens, pois, passam longe do quesito “saúde”, atualmente. Os jovens, em realidade, representam a decadência hodierna e doravante. Além de serem negligentes com a própria saúde em nome da vaidade, são imorais, pois entre certo e errado, escolhem sempre fazer o que é errado.

Paremos de considerar adolescentes indivíduos inocentes, ingênuos, porque sabemos claramente que eles possuem plena noção de qual caminho estão trilhando e, não menos que isso, para qual lugar estão e podem ir.

2 comentários:

Maringa disse...

Se você me permite, vou fazer um comentário sobre os hábitos dos jovens, não exatamente dos adolescentes, mas de universitários de seus 19, 20 e 21 anos. Eles entram em universidade públicas. Pra quê? Pra estudar? Não. Entram pra "estudar" às custas do governo, dos impostos que a sociedade paga. Enquanto deveriam estar estudando, o que eles fazem? Vão pro bar encher a cara, fumam maconha e fazem greve. Frequentam festinhas de república atrás de sexo fácil. Meninas saem de suas casas, longe das vistas de seus pais, vão morar em repúblicas em outras cidades, às vezes até em outros estados, em busca de álcool e sexo com o maior número de parceiros possível. Ou seja, além da adolescência estar perdida, pois garotas de 15 anos já fazem sexo no banheiro da escola (e filmam), a juventude também tá indo de mal a pior. O que fazer? Eu não sei.

Lobo Sagrado disse...

Estudo em faculdade federal e assino embaixo as palavras do Maringa.
É claro que tem gente séria, pois se manter numa federal tem que estudar. mas tem uma turma que só sabe fazer festa e grevezinha. Uns merdinhas que passam o dia todo de havainas e camisa do che guevara ou do MST. falam mal do regime autoritário no Irã, mas são os mesmos que defendem Fidel Castro.

Justificam a falta de liberdade em Cuba, dizendo que o Estado da tudo para eles, mas são os mesmos a meter o pau em quem acha que as mulheres deveriam se dedicar ao lar. Vai usar o mesmo argumento com eles "Eu dou tudo pra ela, pra que mais liberdade?", aí eles inventam um monte de desculpas e ainda te "ofendem", chamando de, machista e conservador.

Se o problema fossem só os alunos de 20 anos, tudo bem. Pior é professor quarentão ficar de panfletagem marxista, aí não dá...